31 de dez de 2013

Eterno 2013 (...)

Grandes momentos, grandes aprendizados,
Boas histórias pra contar, lições pro resto da vida.
2013 foi incrível...


Grupo JUSC (Jovens Unidos Seguindo à Cristo): Melhor presente que Deus me deu!
Me tornei uma verdadeira jovem missionária,
Aprendi a me conhecer, a valorizar mais os outros,
A respeitar princípios, a ter certeza dos meus também.
Ganhei mais fé, mais força, mais vontade de mudar, e de quebra, uma segunda família.
Amor Maior!



 Lidando com essa a nova realidade de ser cristã ativa,
Começo a me integrar com outros jovens de outras igrejas.
Mais amizades foram seladas, fazendo assim uma grande corrente de amor ao meu redor.
O início está aqui: Missa de Dom Bosco, Paróquia Nossa Senhora de Fátima.
Inesquecível!



Enfim chego no ensino médio...
Novos professores, novas matérias, e meu mesmo anseio de sempre:
Passar de série!
Novos amigos que se tornam amizades sólidas,
Cheias de companheirismo e irreverência.
E o 1° ano a gente nunca esquece...



Um ano e meio depois e ta aí:
Formatura da aula de violão!
Muito esforço, muitas cordas quebradas,
E muitos "vô desistir".
Mas minha vontade, e determinação falaram mais alto.
Não digo que sou a melhor instrumentista,
Mas sim, eu toco, e com uma facilidade, que nem eu consigo acreditar.
Valeu a pena, de verdade!

Com eles tudo se renova, tudo se completa
tudo se transforma.
Meus amores, minha família da fé.
Aí estamos na Matriz - V.C., em mais uma linda missa da juventude,
Perfeito!

Aí está a linha de frente jovem da nossa paróquia.
Dedicação, amor, e muita fé, fazem a JUVES acontecer!
Amo vocês *-*

Família é a base da vida!
E neste ano por graça divina, nos aproximamos mais,
E assim nossos corações com certeza ficaram mais felizes...
Amor Eterno!

E que emoção com apenas quinze anos de idade,
Poder conhecer uma faculdade.
Tive a honra de prestigiar a PROMARK,
ao lado dos meus queridos amigos de sempre...

Dia 08/09 ficou marcado pra sempre...
A JUVES 2013 foi linda demais!
Primeira vez que participo de um retiro tão lindo,
Que me renovou e me levantou completamente.
Mais e mais amizades chegaram, e se fortaleceram.

Apresento-lhes as Panteras do Pastor Paiva *-*
Na semana cultural da escola, ficamos conhecidas assim
Por dançar a versão sertaneja da Pantera cor-de-rosa.
Muito ensaio, muitas brincadeiras, e no fim,
Colhemos elogios, e claro, uma fiel parceria.
#Adoro

Parceiro das missas, me deu e sempre me dá uma força enorme,
Pra deixar Deus mais feliz por meio da música.
Novinho, tamo junto forevemente!

Com vocês eu vou mais além!
Que estejamos sempre juntas, mesmo depois de tempestades...
(Foto: Niver Emilly Brito)


O momento mais sublime e especial da minha vida...
No último mês de 2013, eis que o Espírito Santo enfim,
É confiado a mim, pela unção do bispo.
Dois anos de preparação, caminhada, fé e missão.
E aqui foi só o começo...
Meu ano foi completado, e ao mesmo tempo reiniciado,
A partir daí ♥

Sorrisos e alegrias compuseram esse 2013,
E que 2014 seja assim, e em dobro!
Vamos seguir nosso caminho, se renovar, e realizar sonhos,
Amar, ser feliz!!!

FELIZ ANO NOVO ♥

Coldplay ~ Viva La Vida

22 de dez de 2013

A Carta (...)


Certo dia, 
Quis revirar o baú,
E tirar dele, o que não prestava.
O que mofou, e só ocupava espaço.

Assim que o abro, dou de cara com a nossa história.
A lágrima desce, inevitável.
Mas não de saudade, e sim de alívio.
Poder ver tudo aquilo e dizer:
'Isso já era', é uma vitória.

Me prendi a você de tal forma,
Que quase não conseguia ver o mundo em minha volta.
Agora, queimo essas fotos.

No fundo da grande caixa, 
Estava um cartão vermelho,
Que você me deu com a letra da nossa música.
Quanta ilusão.
Com certeza nem ao menos se lembra 
Quem a canta.
Mais uma carta que eu rasguei.

Baú limpo,
Coração limpo.
Deixei de ser mais uma.
O passado só me serve de lição.
Estou feliz, e me reconstruindo.
Quanto a você,
Esta carta é pra que saiba
Que seu adeus foi só mais uma palavra que ouvi.
Pode rasgá-la se quiser, não fará diferença.
Enfim, só quero que seja feliz,
Em um lugar distante do meu.

Abraço.


21 de dez de 2013

As Dores da Vida (...)

Muitas vezes,
Aprendemos de verdade o que é a vida,
Quando estamos feridos.
É enquanto a cicatriz se fecha,
Que entendemos e caímos em si,
Da culpa do tropeço.

É no cair de cada lágrima,
Que você vai entender que trilhou
O caminho errado pra viver.
Que magoou pessoas,
Ou até magoou a própria alma,
Deixando de se valorizar.

Compreenda-me: O que lhe trará algo bom,
Sempre virá com dificuldade.
Essa dor que incomoda,
Ainda irá arrancar muitos sorrisos de seus lábios,
Te fazer crescer, se fortalecer, e refazer a estrada.

Não se desespere, espere!
As flores virão sem espinhos, por que você mesmo foi
Corajosa o bastante para retirá-los delas,
Com as próprias mãos...
Acredite, e tenha fé!

19 de dez de 2013

Tempestade (...)

Deixe voar,
Voar longe.
Perder de vista no vendaval.
Deixe que encontre outro refúgio,
Que descubra outro caminho.

Deixe a tempestade passar,
Ainda chove muito,
E você está desprotegida.
Ainda troveja aí dentro.

O tempo vai passar,
Vai fazer o sol brilhar,
E o vento cessar.
Vai trazer o que lhe foi tirado,
No momento exato.

O tempo vai passar, vai ensinar,
Você vai saber que não estava pronta.
Vai descobrir a necessidade que tinha de crescer.

Deixe.
A vida dá voltas, e Deus sabe o que é melhor pra você.

18 de dez de 2013

Abra as portas (...)


Abra a mente, 
Deixe a paz entrar.
Não qualquer paz, 
Mas sim a paz divina.

Abra o coração,
E o encha de amor.
Amor a si mesma.

Abra as portas.
Pegue a chave, apresse-se.
O sol quer iluminar 
Tua estrada que começará.

Abra seus caminhos.
Seja forte, não tenha medo.
Tenha fé e dê o primeiro passo.

A vida é dura, eu sei.
Alguém vai te machucar, e dizer que você não é capaz.
Você vai chorar e querer jogar tudo fora.

Agora comece a caminhar de novo, levanta!
Anda, o tempo não pára...
Existe um sonho pra conquistar.
Abra-se e entenda o meu conselho.
Abra-se, sorria.
Abra-se e siga na direção que Deus lhe impôs.
E vai...




17 de dez de 2013

Importância (...)


Pouco me importa se vai ligar ou não pra nós.
Se você ri das minhas piadas,
Ou simplesmente virará às costas.
Só realmente não consigo dormir,
Quando me olha no fundo dos meus olhos,
No instante que nos vemos.

Não vou me preocupar se não vai me dar um ''bom dia."
Ou se você não vai bater um papo comigo.
Vai me doer ainda mais, um beijo sem motivo,
No qual eu me desestruturo, mas que no fundo pra você,
Não passará de diversão.

Só queria realmente não me importar,
Com nada ligado à você.
Mas o meu coração é teimoso
E derrete quando sente sua presença.
Não queria que você morasse nele.
Faz mal pra mim.

Não queria ter registrado momentos
E você estar neles.
Minhas lágrimas caíram por sua culpa.
Não queria ter ouvido aquela música, e dizer que era ''nossa''
Ela agora é mais um tema pros meus desabafos.

Enfim a mente está aberta, e livre.
Tenho certeza de que o tempo vai levar
Essa nuvem negra pra longe.
De que os ventos vão mudar de rumo,
E tirar você do meu passado,
Do meu presente, da minha história e de mim.
E o que vai valer eu me importar,
É viver e de verdade...













14 de dez de 2013

Sincero Desabafo (...)


Uma hora se cansa de insistir,
De correr atrás do que não mais convém.

Eu cansei.
Cansei de chorar,
Já não tenho lágrimas.
Cansei de acreditar,
Em coisas insignificantes.
Eu cansei.
Chega de me abandonar,
De amar mais do que a mim mesma.
De dedicar à vida,
À quem nem olha meu esforço sincero.

Uma hora a mala começa a pesar,
E incomodar durante o caminho.

Decidi-me.
Vou buscar o que me valha,
O que me faz feliz.
Vou retirar as velhas lembranças negras
Do fundo da bagagem, e limpar o coração.

Decidi-me.
Vou respirar o novo ar,
Voltar a vida depois de morrer em ilusões.
Vou me encher de paz,
E espalhar alegria.

Vou-me.
Vou deixar o tempo me levar.
Vou florir minha estrada,
Vou me entregar à vida.
De verdade...

13 de dez de 2013

Um amor, uma poesia (...)


O sorriso que brilha,
A alegria mais plena,
O motivo do meu canto.

Apenas você.

Aquele que me abraça,
E se faz meu refúgio.
Que me traz o encanto
Desse sentimento.

Apenas você.

Só você tem o dom, tem a ternura.
Só você é capaz
De mover meu mundo,
De me envolver,
De me devolver o ar.

Só você que eu quero amar.
Só você com você que quero estar.
Não importa a circunstância, a razão.
Me importa a emoção que só você me traz.

E eu não quero os problemas do mundo,
Eu só quero você.

Apenas você...









10 de dez de 2013

Duas mil vontades, 14 paixões, desejos e injúrias (...)

2013 foi um marco de emoções...
Um acúmulo de variadas sensações.
Várias surpresas e momentos inesquecíveis!
Enfim ele já está no finzinho, momento de listar
E de rever 14 paixões e injúrias
Que compuseram meu ano, e 14 desejos sinceros que trago em mim,
Para o ciclo que está para começar...

Por vezes neste ano, fiquei triste e injuriada com certas coisas:

01 Mentiras
02 Impaciência
03 Indecisão
04 Internet Lenta
05 Ignorância
06 Stress
07 Falsidade
08 Contas de física (foi tenso)
09 Falta de crédito (pode rir)
10 Julgamentos
11 Mau humor alheio
12 Amores frustrantes
13 Omissões
14 Falta de Senso

2013, assim como todos os outros anos, me fez relembrar as paixões 
Que fazem parte de mim, e também me trouxeram novas delas:

01 Mãe (ETERNAMENTE)
02 Tocar violão e cantar (vital)
03 JUSC/JUVES ♥
04 Ouvir música
05 Rir a toa
06 Escrever (hobby de lei)
07 Dormir
08 Meu blog e os blogs por aí (especialmente os sentimentais)
09 Comunidade Sagrado Coração de Jesus
10 Dançar loucamente (Anitta já era)
11 Fazer idiotices
12 Mousse ( de qualquer sabor)
13 Bala de banana
14 Sonhar sem limites

Enfim é pra frente que se anda, 
E os planos, desejos e sonhos pra 2014 estão a todo vapor:

01 Largar a preguiça
02 Começar a cantar profissionalmente (fazer disso meu trabalho)
03 Colocar créditos no celular
04 Aprender a andar de bike (alô Jusc)
05 Deixar os medos pra trás
06 Viajar com a Brito&Oliveira Excursões (meta!)
07 Ser menos negativa
08 Trocar cordas e a capotraste da viola
09 Um amor sincero (#own)
10 Mais amizades lindas (assim como neste ano)
11 Ser mais organizada.
12 Acreditar mais.
13 Colaborar ainda mais dentro da igreja.
14 Comer saudavelmente.

Dou adeus à 2013 levando lições pro resto da vida :)

Confira as listas das blogueiras que fizeram suas retrospectivas e metas:

Emilly Brito do Viva Leve Pense Light
Karol Rabêlo do Deixe Apenas Fluir
Jennifer Andrade do Permita-se Sonhar
Yasmin Pezzuol do Doces Palavras

Renove-se e aconteça!
Que 2014 seja proveitoso pra todos nós!

7 de dez de 2013

Desejos (...)



Quero a paz de um sorriso,
A ternura de um olhar,
A doçura de um dizer.

Um coração puro,
Uma mente tranquila,
Um banho de serenidade.

Quero alguém que me ame,
Um alguém que eu ame,
A plenitude de um sentimento.

Uma canção pra dançar,
Uma rede pra se balançar,
Um refresco para a alma.

Quero enfim, o sussego do meu viver.
Desejo viver bem, 
Desejo viver pra ser feliz!

5 de dez de 2013

A folha (...)

Sou folha que dança no vento,
Que voa longe.

Mais que simples menina,
Me visto de tempo, e viro mulher.
Que sonha, que cai e levanta.

Sou folha voando,
Conforme o destino.

Mais que humana, sou aprendiz da vida.
Me moldo a cada novo amanhecer.
Coleciono lições.

Sou folha que voa sem parar,
Que voa pra lutar,
Que voa pra vencer, pra perder.
Pra entender, aprender e ensinar...

Meu Desacerto (...)


Nada mais decepciona um ser,
Do que um grande falso amor.

Coração ferido, dor profunda.
Não há socorro, não há volta.
Uma vida doada à arte de amar,
Quem não cedia um segundo,
Para ser de verdade.

Não há lágrima mais sofrida,
Do que aquela derramada em vão.

Insistência. Desespero.
Parece não estar acontecendo.
Não é possível. Mas foi.
Tocou fundo.
Feriu e sangrou.

Uma verdadeira borracha,
Que apagou meu desenho.

Ando fria, calada, chorosa.
Encaro os fatos às cegas,
E sem perceber me afasto dos meus afetos.
Tão desastrada com os sentimentos,
Tudo me deixou confusa,
Fechada, sem força.
Me estranho ao me ver.
Como? Não sou eu.
Onde está aquela minha face tão colorida?

Frente à todo esse sofrer,
A única gota de esperança é
Ter uma chance de reescrever uma nova história.

Mesmo diante do medo que afronta,
Mesmo ainda tonta,
Eu carrego em mim certezas.
Certeza que é necessário cuidar de si,
Amar à si.
Certeza de que essas lágrimas virarão largos sorrisos
Certeza de que ao me levantar, estarei mais forte.
Certeza de que a vida me trará a alegria novamente...


3 de dez de 2013

Refúgio (...)


Seguindo o caminho das pedras,
Em meio aquele riacho,
Eu ia de encontro à sinfonia dos pássaros,
E do perfume das majestosas rosas.

O meu coração se envaidecia,
E ali, eu repousava numa paz plena.
Olhando o imenso horizonte à minha vista,
A viola pedia pra cantar com as aves.
Logo atendia seu desejo.

Dedilhando canções, acolhendo a simplicidade do momento.
Retirando de mim as tempestades 
Que encobriam meus olhos de lágrimas.
Olhando o imenso horizonte à minha vista, reconhecendo erros,
Reconhecendo a mim. 

Crio meu mundo particular.
Sem dor, sem espinhos, sem choro.
Apenas o canto da doce viola 
Embalando o meu coração que se fazia puro,
Sem pedir, sem gritar.
Somente à ouvir a voz da vida.

1 de dez de 2013

Nosso sonho (...)


Caminhando pelas nuvens,
De mãos dadas, olhares sinceros,
Guiados pelas estrelas.
Cada palavra era um encanto,
E música aos ouvidos.

Noite adentro rendidos à lua,
Fazíamos um só.
A cena perfeita.
Dois corações, em uma batida.

Desenhos do nosso amor
Foram gravados em nossa mente,
E nossos desejos realizados
Pelos anjos.

Uma paz, uma sensação jamais sentida.
Um sentimento regido pelo luar.
Nossas emoções, nossa cena,
Nosso sonho...

30 de nov de 2013

Uma verdadeira rosa (...)



Delicada e decidida.
Delineador nos olhos e sonhos que transbordam.
Baixinha, de grande coração.
Covinhas.
Domina o dom de encantar,
Quem está a sua volta.
Sorridente e precisa.
Sincera!
Assim eu vejo essa rosa,
Sem espinhos.
Que perfuma, que alegra,
Que ensina.

Assim vejo... Emilly Brito.

------------------------------------------------------------

Esta é minha singela homenagem pra uma das minhas blogueiras favoritas...
Hoje no seu dia, quero repetir o mesmo pedido de todos os dias que faço a Deus por você:
Que Ele ilumine sempre seu dom da escrita, sua maneira nobre de ser, e sua vida como um todo!

Parabéns, Tika ♥

29 de nov de 2013

Nova fase (...)

O tempo passa.
A vida sempre se renova,
A cada novo amanhecer.
Coisas novas e diferentes,
São o que regem a nossa existência.

Escrever novas histórias,
Aprender novas lições,
Viver novas paixões,
Lavar a alma num banho no mar da esperança,
São pontos essenciais que nos ligam a felicidade.

Busque renovação,
Outros ares, outros mares.
Busque libertar-se,
Outros amores, novos sabores.
Busque o novo dentro de si.

Nova fase, novos sonhos,
Novo dia: dia de fazer tudo novo!



28 de nov de 2013

Desilusão (...)


Lá fora a forte ventania,
Fazia voar as folhas secas,
Daquele outono.

Aqui dentro, os ventos traziam
A amarga lembrança do teu amor.

Vagos sentimentos, olhar frio.
E eu a boba, a pensar que me traria a lua.
As estrelas já testemunharam, as várias vezes
Que me dizia ''Te Amo''.
Mal sabia eu, que fui o motivo de tuas risadas,
Ao me ver rendida aos teus encantos.

Lá fora a ventania fluia
Aqui dentro, ela gelava o meu coração.

Realidade, lágrimas.
Sim. Era a dor da desilusão.
Uma parada em meu mundo,
Uma facada em meu peito.

Agora junto os meus pedaços,
E vou ligá-los com o pouco
De amor que me restou,
Para seguir, sem olhar pra trás.

Lá fora a ventania soprava o tempo,
Aqui dentro, ela varria a minha angústia...


25 de nov de 2013

Meu momento (...)

Refletindo, me entendendo
Sozinha.

Começo a mergulhar no meu eu.
Vejo que me deixei abandonada,
No desejo incessante do meu carinho.
Deixei ir, sem perceber.

Refletindo, me entendendo,
Pensando.

O filme da vida passa.
O que ficou, o que se foi.
'Tudo aconteceu, e nada foi feito aqui dentro',
É o que diz meu coração à reclamar.

Refletindo, me entendendo,
Reconhecendo

Olhar mais meu interior, é o grande anseio.
Paz, desabafo,
Amor ao meu ser, é o necessário
Pra que eu desate o nó e consiga 
Cuidar melhor de mim.

Refletindo, me entendendo,
Meu momento...




Uma Canção Pra Mim ~ Paula Fernandes

24 de nov de 2013

Amadurecimento (...)


No decorrer do caminho,
É inevitável chorar, cair, sofrer.
Mas com tudo, superamos e aprendemos.

Minha pouca idade, revela que 
Os meus caminhos foram curtos.
Mas não significa que não foram intensos.
A minha bagagem é cheia de histórias...

Há quem já calculou meu fracasso.
Quem já torceu pela minha vitória.
Quem já chorou comigo,
Quem virou as costas.

Já perdi quem amo pro céu,
Já perdi um amor pra vida.

Tantas vezes gritei,
Chorei, agi sem nem ao menos parar...
Falei, e retruquei quando o silêncio era o melhor.

Coisas boas, coisas ruins.
A grande lição?
Amadurecer. 
Ganhei a capacidade de enxergar além da capa.
De compreender, e de ouvir mais.

A caminhada continua,
Mas a fé, e a percepção intensa
Irão me deixar cada vez mais forte
Pra enfrentar os obstáculos,
E os desafios do destino.

E vou... Certa de que sei,
E de que sou capaz!













22 de nov de 2013

Poeira (...)

Leve e livre
Formada de rumos incertos,
Dos sopros da vida...
Assim é meu ser.
Cheio de mistérios, sem destino.

Como poeira no vento,
Como sopro sem motivo

Simples e oculta,
Me faço em silêncio.
Calei. Deixei de expressar
O que não tem sentido.

Como poeira no vento,
Como sopro sem motivo

Inteira, imperfeita,
Incerta e minha...

18 de nov de 2013

Tão nosso (...)

Tão intenso, e calmo
Tão certo, e errado
Tão confuso, e claro

Sentimentos falam por mim.
Razão se tornou mero detalhe.
O anseio por nós move os meus dias.
E o soar da minha viola, serve de tema
Pra essa realidade.

Tão livre, e meu
Tão tudo, e nada

O destino vem desenhando o caminho.
Já não se pode dizer como será o fim.
O agora nos permite apenas tentar,
E o que é verdadeiro, será nosso abrigo
Ao caminhar.

Grandioso, e simples.
Incrível, oculto.
Tão único.
Tão eu, e você.
Tão nosso...




"Quando tudo estiver destruído
Eu só quero que você saiba quem eu sou"
Tradução do trecho de Iris ~ Paula Fernandes


17 de nov de 2013

Chuva (...)


Ao olhar as gotas de chuva escorrendo na janela,
Lembro do meu coração se despedaçando em lágrimas...
Dia frio, dia cinza.
As horas voam, e não esperam eu hesitar.
Sim, preciso me levantar.
Forças? São mínimas.
Meus pensamentos vazios, cheios de você apenas.
Eu não queria, nunca quis e nem quero...
Mas o sentimento não me deixa desistir.
É ele quem me controla, quem dita o meu eu.
Inexplicavelmente, a emoção não me deixa ouvir a razão.
A consequência é essa dor de te amar, e simplesmente não ser compreendida.
É cuidar, quando nem de mim eu cuido mais.
É sentir e saber que não sou sentida.
É ir e ter a plena certeza de que você não irá.
Visivelmente, meu impulsos falam mais que minhas palavras.
Preciso recolher-me.
Só me resta ficar aqui, olhando aquelas gotas na janela,
Que representam as lágrimas do meu coração.
Ainda chove, ainda é dia,
Ainda frio e cinza...


14 de nov de 2013

Dois corações, uma história (...)


O tempo fluiu, e arrastou as lágrimas
Que ficaram marcadas no passado.
E com ele o amor também se foi,
Mas não se fez esquecido.
Porém a vida seguiu. A rotina, o vai e vem.
Talvez ela já não se lembra do nome dele.
Pode ser que ele já encontrou sua metade.



Enfim.
Dias, meses, anos se passaram.
Ambos se reconstruíram.
Até que um dia, o destino surpreende
E esse amor ressuscita de repente.  
O tão inesperado reencontro.
Silêncio absoluto.
Coração acelerado e terno.
A mente dizia tudo.
As mãos geladas.
O sentimento não morreu, está claro.
Ela mal conseguiu dizer 'oi'
Ele já tremulo, lhe dirigiu um 'quanto tempo'
Um sorriso, um abraço tímido,
E uma vida perdida longe um do outro,
Resumida num diálogo.
Dali em diante, os caminhos que eram dois, se tornaram apenas um.
Duas vidas, em uma.
Duas promessas, em um desejo.
Dois corações, uma história...











7 de nov de 2013

Uma chance pra mim (...)

Precisava de novos rumos,
Novas janelas,
Olhar um outro horizonte,
E arrancar os impasses do coração.
Precisava acordar, aprender.
Amadurecer.

Por muitas vezes, ingênua
Acreditei demais.
Por muitas vezes, covarde
Deixei de ir atrás.

Agora renovada,
Leve e calma.
Me faço crescer.

Agora em paz,
Em harmonia,
Sei do caminho,
Sei dos espinhos,
E das flores.

Diante dessas certezas,
Sigo na direção dos ventos...
Ventos, soprados por Deus...






2 de nov de 2013

A perda (...)



É difícil ter que viver, sabendo que nunca mais,

Conviverá com aqueles, que eram metade de você.
A dor da perda é inestimável.
É como se as flores caíssem por terra em massa,
Como se tudo ficasse cinza e frio,
A vida não tem mais sentido...
E o desespero vem, em forma de lágrimas.

Eis que existe o tempo.
Que faz cair as gotas coloridas, no que é sem vida.
Que ensina a olhar por outra janela.
Nos capacita a tirar lições, e praticá-las.
Nos faz compreender que a morte não é pra ser o fim,
E sim o recomeço.
O início dessa renovação é amarga, eu sei.
Mas existe algo que nos torna invencível: a fé!

Por causa dela, minhas lágrimas já se tornaram sorriso.
E hoje, mesmo tão nova, eu amadureci,
Vivi experiências, que nenhuma outra escola irá lhe mostrar.

Por tudo isso que passei, pelo que sofri,
Pelo que aprendi, a minha grande mensagem é essa:
Tenha fé!
Deus lhe impôs a lição, por saber que você é forte.
E sim, você é.
É o filho querido, que ele quer que saiba realmente,
O que é a vida, de maneira difícil, mas a mais prática e eterna que existe...







31 de out de 2013

Conheça-se (...)


No silêncio do meu quarto,
Numa madrugada qualquer,
Respiro fundo, e consigo enfim notar em mim.
Enxerguei certas coisas.

No vai e vem da vida, talvez tenha me abandonado.
Talvez o agir, falou mais alto do que o pensar.
Talvez eu entreguei o amor que tinha, e esqueci de me dar carinho.
Deixei de cuidar do meu interior.
A mente deixou de lado.
O corpo sentiu.
O coração se feriu.
E a consequência, é o vazio.
O silêncio.
A consciência que gritava.

Esse grito foi mais forte,
Que me deu a direção.
Reconheci minha necessidade de me doar ao meu ser.
A necessidade de se dar valor, de me entender.
Alívio.
No mesmo quarto, no mesmo silêncio
Da madrugada, a mesma eu, suspirando esperança.
A sorte da noção.

Às vezes não basta o reflexo do espelho.
É preciso enxergar fundo. Se conhecer a alma,
E entregar-se a você,
E amar à si...







28 de out de 2013

Sopros de Realidade (...)

Muitas vezes temos vários motivos pra sorrir,
E mesmo assim, derramamos lágrimas para meros detalhes.
Por vários momentos na vida, temos mil oportunidades
Pra tomar a decisão que sabemos que nos levará ao caminho certo,
Mas por achar que somos invencíveis, insistimos em apostar no que é errado.
Realmente somos confusos, e muitas vezes incompreensíveis.
Gritar é melhor do que calar-se.
Calar-se é melhor do que expressar o que é bom, por medo.
Somos um emaranhado de emoções,
Nós de incerteza, e de precipitação nos prendem
A essa negatividade.
Precisa-se respirar, inspirar e pensar.
Precisa-se de mais que escutar.
Doar-se, arrepender-se e praticar o que se aprende.
Precisa-se virar a página,
Enxergar novos horizontes.
Transforme em amor o que foi ódio.
Transforme tristeza, em felicidade plena...
Só assim, é que realmente seremos verdadeiros humanos livres!





22 de out de 2013

Que assim seja (...)


Que seja intenso,
Que seja sincero,
Que seja paz,
Que seja brilho...

Que se faça valer cada instante,
Que se faça mais degrau pra vencer...

Que se lute,
Use e abuse do poder de viver,
Extraindo o que é bom...

Realize com fé,
Busque com fé,
Agradeça pelo dia, pela noite,
Pela vitória, pela derrota...

Esteja presente,
Esbanje Deus,
Esbanje amor.
Muito amor!

Você precisa disso pra ser feliz.
O mundo precisa disso,
Pra ser verdadeiramente mundo...



17 de out de 2013

Amar, amor (...)

Amar é muito mais que falar de amor...

É simplesmente, traduzir em ações,

As belas frases que são ditas.
É ter a consciência
De que em meio as flores, existem espinhos.
É enxergar o que há por dentro.
É ser terno, e digno.
Respeitar enfim.
Amar é olhar pra si, e enxergar o outro.
É ser sensato, e mesmo que se veja distante,
Não se desesperar.
Entender o tempo enfim.
Amar é bem mais que beijo...
É a verdade de um olhar.
Enfim, para amar, é preciso ter amor.
Amor mesmo. Não um amor por amar,
Por ter. Um amor que te faça crescer,
Ser transparente, e entender a realidade,
Por mais que não o agrade.
Se você compreende as minhas palavras,
Com certeza ama, e ama, de verdade!

13 de out de 2013

Pare, Pense!

As vezes é preciso um choque de realidade,
Pra seguir caminhando em paz.
Eu senti isso, e entendi.
Não adianta ir, sem olhar pra trás.
Falar sem medir as palavras.
Agir sem pensar.
É preciso humildade,
E reconhecer os erros.
Quase me perdi.
Fui vítima de mim mesma. 
Da falta de atenção.
Mas fui salva.
Deu tempo...
As lágrimas que caem dizem isso.
Uma prova ai está.
Então pare.
Hesite por um momento.
Silencie, e converse consigo.
Será que eu estou realmente certo?
Será que sou injusto?
Tirano?
As respostas virão naturalmente.
E o tão soberano tempo, trará
A chance de escrever uma nova história...
Basta querer,
Ter fé,
Deletar o antes, e viver o agora construindo o depois
Da maneira mais simples, e enxergando o verdadeiro caminho:
DEUS!

8 de out de 2013

A força da emoção (...)


Há uma força em mim,
Que me leva de forma impercebível,
Que me atrai...
Uma força que me faz acreditar,
Superar, e continuar amando.
Um sentimento terno e duradouro,
Que depois de tudo, ainda vive em mim.
Cada olhar, cada gesto,
É uma chance de reviver o que foi bom.
Decidi me entregar de vez.
Não adianta achar que seus erros,
São capazes de te apagar do meu eu.
Mesmo em meio aos defeitos,
Foi o único que me fez sorrir de verdade.
Eu vejo que consigo encarar tua imperfeição.
Também sou imperfeita.
Eu não quero mais chorar porque perdi.
Eu quero chorar de felicidade, por te ter.
Meus olhos cansaram da escuridão, e querem luz.
A voz do meu coração não se cala,
A minha mente se convence, e o resultado,
É te entregar o que sempre foi seu...
O meu amor!

7 de out de 2013

Súplica (...)

Eu queria tanto esquecer o que passou...
Eu queria poder caminhar em paz.
Poder ser livre.
Mas não está sendo assim.
Desde o acordar até o fechar dos olhos pra dormir,
Suas palavras, as lembranças, e o seu adeus,
Movem meus pensamentos.
Não consigo tirar você de mim.
Estou fraca.
Estou chorando.
Eu quero levantar-me, mas o passado não deixa.
Eu quero poder continuar o meu caminho.
Preciso me refazer, me recompor,
E viver sem essa triste dor...

6 de out de 2013

Me rendo (...)

Trago em mim,
A pureza de um sentimento,
A alegria dos meus dias,
A doce rotina do que era te ter...
Me vejo pensando, e vem o teu jeito...
Aquele sorriso, aquele abraço,
Aquela presença que me fazia vibrar.
Por cada canto do meu lugar,
Por cado canto do meu eu,
É possível encontrar seus vestígios,
Suas marcas, seu amor.
Essas lembranças cravadas em mim,
Me remetem a ser vulnerável a você.
Viver do que passou não é viver,
Mas viver o que vivemos, é minha saída.
Perdoo-te e me rendo. Desisto de esquecer.
É mais forte, mais que eu...
Tão puro quanto o seu olhar.
Preciso ter comigo mais uma vez,
Aquele timbre suave da tua voz,
Dizendo-me 'te amo'.
Aqui e agora declaro: Meu coração só sabe te amar,
Se entregar e te querer sem medidas...
Pra curar esse imenso vazio, que é viver
Sem você...


Definição dos sentimentos, canção apaixonante...
Épico: Wanessa Camargo ~Não resisto à nós dois

3 de out de 2013

Ventos de paz (...)


Medos, erros,
Lágrimas, dores...
Sentimentos negativos, 
Que pouco a pouco, vão sendo retirados de mim.
A cada dia, meus gestos, minhas palavras,
Declaram a nova fase.
Sorriso é cartão de visita, e a lei é erguer a cabeça.
No embalo desses ventos, 
Cada sopro é uma voz que diz ''Livre''.
Sinal de que meu coração e minha mente,
Estão em total harmonia.
Estão emfim de bem.

Meu suspiro é de alívio, e de alegria.
A dúvida que tanto corroía, se some impercebivelmente,
Dando lugar a certezas que definem o que devo seguir.
Certeza de que posso ir,
Evoluir,
Arriscar...

Sou como um cristal. Preciso tomar-me de conta,
E não deixar quebrar-me,
Despedaçar-me.
Tudo na vida passa.
E aqueles sentimentos negativos que afligiam meu coração,
Vão-se indo com o mesmo vento, que traz a minha paz... 

1 de out de 2013

As marcas do coração (...)

Já não sei mais o rumo,
O caminho mais seguro.
Tudo parece escapar-se de mim,
Como a água que se escorre das mãos.
Já não consigo a verdade das palavras,
A sinceridade no olhar...
Não alcanço mais o que quero,
Se meu querer é te alcançar.
Não pode me alcançar, se o que quer,
É ter-me pra você.
Perdi o fio da meada, a estrada certa
Pra esse tal caminho.
Perdi a mim mesma, e não consigo continuar...

Não sei o que se passa em seus pensamentos.
Não consigo mais traduzir.
E mesmo assim,
Não posso deixar tudo pra trás.

Não dá mais! Não há tempo!

Sinto-me como um papel amassado,
Formada por marcas inapagáveis.
Sentimentos, momentos
Que de mim não saem.
Por mais que a razão
Te afaste de mim,
A emoção me leva ao extremo
De te querer,
De te entregar o que tenho de mais puro...

26 de set de 2013

Caminho Contrário (...)

"Lutei contra mim.
Deixei pra trás as imperfeições de um amor.
Tomei coragem, e fui.
Caminhei sem destino, em busca de uma falsa paz.
Tentei retirar meu próprio coração,
Para livrar-me de sentimentos passados.
Sentimentos ligados à tudo que vivemos...
Foi em vão.
Perdi a noção do caminho,
E me dei conta desses passos perdidos.
Me vi mergulhada em minhas lágrimas,
Distante do seu abraço, do seu cheiro,
Longe de tudo, de nós.
Enxerguei que pisei em minha verdadeira felicidade.
Fugi do que realmente fazia bem.
Olho pra trás.
Quero te olhar, te beijar.
A vida me ensinou que imperfeição,
Não importa diante de mentiras.
Veja: eu estou voltando.
Pra vivermos a nossa verdade, novamente.
Pra vivermos o nosso amor,
A nossa paz.
Desculpe se te neguei. Eu só quero que saiba
Que não mais te deixarei. Eu estou aqui,
Pra te amar. Já estou amando, e pra sempre te amarei..."



23 de set de 2013

Vida: O único presente (...)

Uma  chance é dada para se vencer,
Para amar, ser amado,
Para espantar o mal,
E plantar o bem...
Uma chance apenas, temos para aproveitar
O que vale a pena, o que é verdadeiro,
O que se merece...
Só há UMA chance, pra dizer um
Sincero ‘’eu te amo’’,
‘’Fica comigo’’,
‘’Vamos Fazer a diferença’’...
Sim. Uma chance!
Única, e preciosa...
Uma única chance,
Um único presente:
A VIDA!
Aproveite cada minuto dela,
Pois ela passa num piscar de olhos,
A cada vez sopro que o vento dá,
A cada volta, que o ponteiro faz...


© Blog Personalizado - Blog Tweed - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thaís Oliveira.
Tecnologia do Blogger.