13 de jun de 2017

Reconstrução




Eu vejo em mim, a promessa de um dia ensolarado, a noite enluarada.
Eu vejo a luz, os olhos brilhantes, coração cheio de amor.
Eu vejo a vontade de ser feliz. Eu vejo alguém me fazer feliz.

Eu que tanto já esperei sentir o bom da vida.
Eu que tanto duvidei do destino, dos caminhos de flor que um dia eu poderia percorrer.
Hoje eu sei, e como sei, que é preciso aprender errando.
Que é preciso reconhecer-se, e enxergar que pra tudo há seu tempo.

Eu vejo em mim, o inteiro de uma obra totalmente destruída no passado.
Eu vejo reconstituída a minha esperança.
Eu vejo paz.

Já fiz tanto barulho, questionamentos e afirmações no vento.
Quis o sol antes da tempestade.
A gente nunca sabe o que diz. É a vida quem vai nos falar.
E ela me disse que era preciso parar.
E eu parei. Parei pra construir a eu de hoje.

Em quantas curvas erradas eu virei em busca da minha felicidade,
Quando na verdade ela estava em mim.
Em quantos olhares eu confiei, quando a verdadeira segurança estava em mim.
E hoje eu sei, o valor de acreditar em quem se é.

Eu vejo em mim, amor.
Eu vejo em mim a mulher que eu nunca imaginei ser.
Eu vejo em mim, vontade.
Eu vejo esperança.
Eu vejo o valor da vida. [...]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Blog Personalizado - Blog Tweed - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thaís Oliveira.
Tecnologia do Blogger.