29 de mar de 2014

Nosso mundo (...)

O coração se abre,
A boca de fecha,
Amor não falta.

Numa linguagem muda,
Digo aos seus olhos,
Que te olhar me ajuda,
Me livra e me cura.

Viajo em mim.
Sua voz encontro em meus pensamentos,
Cheias de mistérios do tempo.

A linguagem que muda,
Agora se faz viva, e me estuda.
Você diz, eu suspiro.
Você sabe bem quem sou.

Sorrisos próximos, carinhos,
Entro nesse clima, nesse paraíso.
Um mundo seu.

Um mundo que também é meu,
Que a língua do amor se deu,
E juntos, nos prometeu.
Um mundo inteiramente nosso...

20 de mar de 2014

A despedida (...)



Olhe em volta, e perceba tudo aqui.
Cenas de um passado,
Guardado em mim.

Parece, que o tempo parou
E estamos congelados nessa dor.

Feche os olhos, imagine o relógio andar
No futuro, podemos novamente amar.

Parece, que é melhor pra frente olhar.
Não convém, presos aqui ficar.

E assim, descongelo o coração,
Pra mais tarde, não morrer em vão.

Espero que você também haja assim,
Vai e seja muito feliz...

Estrada dos Sonhos (...)

Cabelos ao vento,
Coração valente,
Caminho a tentar e arriscar.

Certa do tempo,
Do trago aqui dentro,
Nada pode me abalar.

Nunca deixe a lágrima te enfraquecer.
Vá, e não pense em temer.

Passos firmes, se sonhar
É pra realizar.
Coragem, e nunca desanimar.

Há, um mundo pra se conquistar
E apenas uma vida pra se lutar...

Doce Brincar (...)


Confuso, incerto,
Inverto e acerto.

Nesse doce brincar,
Olhar atrai olhar.
Amor, vira amar.

Vento atrevido sopra,
Bagunça, revira, e te traz.
Futuro parece distante,
Porém agora, seu sorriso me dá paz.

Parei de recolher pedaços,
Melhor dar passos,
Reinventar, prosperar.

Deixo fluir, agir,
Se fazer eterno em mim.
Deixo estar, ficar,
Fazer-me te sentir, te quer,
Simplesmente viver... com você!







13 de mar de 2014

Relógio (...)

Minuto a minuto
A vida passa,
A hora chega,
O que te ameaça?

Jogue fora os segundos ruins,
Deixe-os reciclar e se fazerem
Centésimos de esperança.
Com fé, o que se deseja se alcança.

Faça acontecer, faça florescer 
Dias de amor, cheio de cor.
Relógios marcam o tempo,
Porém, somente você,
É o dono de cada momento...

9 de mar de 2014

Jardim (...)



O vento a soprar,
Trazia o perfume do amor.
O pensamento percorria teu sorriso,
Que não saía da memória.

Ao olhar o céu azul e límpido,
Podia ver suas cenas,
Que em mim eu guardava.
Sua doce voz ecoava
No silêncio do meu jardim.

A plenitude desse mero momento,
Alimentou-me a alma.
Basta que eu tenha a tua lembrança,
Assim, simplesmente.

Nas coisas simples é que se encontra 
A verdadeira paz.
Já eu encontrei você,
O verdadeiro sentido dos meus dias...

5 de mar de 2014

Meus Detalhes (...)


Trago em meu olhar,
A verdade da alma, paz, a calma.
Cada verso do meu poema,
A certeza, a proeza que é viver.

Meu canto de alegria,
É a trilha, a magia de sentir tal melodia.
Minha dança é o doce brincar,
De um coração que anseia amar.

Meu choro era de dor, 
Em um mundo sem cor.
O tempo tudo cura, 
E arrastou pra longe, aquelas lágrimas.

Hoje, por onde vou
Levo o amor.
O brilho do meu sorriso, é a verdade,
A simples felicidade
Que se escondia, na escuridão dos meus olhos,
Que agora, abraça a minha vida...

© Blog Personalizado - Blog Tweed - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thaís Oliveira.
Tecnologia do Blogger.