22 de jul de 2014

Nova Página (...)


Coloquei o mundo no mudo,
E aumentei o volume da esperança.
Nem tudo está perdido,
Eu ainda tenho muito o que cantar.

Sou feita de amor,
Dos sentimentos verdadeiros.
Trago em mim, a sede dos sonhos,
As boas energias, e os melhores momentos.

Risadas, uma roda de amigos,
Família e liberdade.
Tesouros da minha vida.

Deus e minha fé.
Eu e meus defeitos.
Coisas que serão sempre parte de mim.

Livre e em paz.
Eu vivo, e escrevo uma nova página
No livro da minha história.




12 de jul de 2014

Uma última lágrima (...)




A noite flui tão fria...
Mais frio ainda, é o vazio aqui dentro de mim...

Na memória, estão vivos os poemas, frases e momentos,
Que me pareciam tão reais.
O tempo me mostrou que era engano meu.
Amargo engano, que me faz parar aqui e chorar.
Chorar a tristeza de um vago amor,
Que era tão profundo aos meus olhos.

Mas é só por hoje.
Só por essa noite.
As lágrimas vem pra retirar os pedaços,
Os cacos desse sentimento destruído.
A alegria sempre vem depois da queda,
Quando você se levanta, e consegue caminhar de novo, mais forte.

E comigo, não será diferente.
Mas por enquanto, eu fico aqui.

O vento frio vem secando a minha face,
E esfriando toda ternura que um dia eu dei,
Pra quem nunca mereceu-a.

A noite flui tão fria...
E o meu eu, congela de realidade...



Marina Elali ~ One Last Cry (Uma última lágrima)

1 de jul de 2014

Hesite (...)



Será que já agradecemos aqueles que nos amam?
Será que amamos o suficiente?
Será que estamos atentos?
Será que ajudamos? Que perdoamos? Ou não demos a mínima?
E se amanhã, não pudermos mais falar o que queremos?
E se de repente fosse nosso último dia de vida?
E se fosse o último dia de vida daquele que precisa da nossa atenção?
E se este, necessita do nosso carinho?
Será que não está na hora de dar trégua no orgulho?
Será que essa não seria a hora de mudar?
O futuro, pra você é quando?
Até quando vamos acreditar que o futuro é distante?
Até onde vai nossa capacidade de saber viver?
O que é viver afinal?

Perguntas que perpetuam em minha mente.
Que agora invade a sua também.

Respostas que de fato, Deus sabe responder,
Porém, é nosso dever trazê-las pras nossas vidas.

Desafios nos quais somos chamados a enfrentar,
E a aprender da maneira mais prática possível.

Que tenhamos fé, força e coragem!
Ao final da batalha, a recompensa é digna de um vencedor...

Cartas Ao Remetente ~ Rosa de Saron



© Blog Personalizado - Blog Tweed - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thaís Oliveira.
Tecnologia do Blogger.