9 de mar de 2014

Jardim (...)



O vento a soprar,
Trazia o perfume do amor.
O pensamento percorria teu sorriso,
Que não saía da memória.

Ao olhar o céu azul e límpido,
Podia ver suas cenas,
Que em mim eu guardava.
Sua doce voz ecoava
No silêncio do meu jardim.

A plenitude desse mero momento,
Alimentou-me a alma.
Basta que eu tenha a tua lembrança,
Assim, simplesmente.

Nas coisas simples é que se encontra 
A verdadeira paz.
Já eu encontrei você,
O verdadeiro sentido dos meus dias...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Blog Personalizado - Blog Tweed - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thaís Oliveira.
Tecnologia do Blogger.