17 de fev de 2014

Doce Lembrança (...)


Leveza, pureza, sutileza,
Vejo em teu olhar.
Inocência, brincadeiras.
Aqui dentro, meu coração padece a cada gesto.

Não sei.
Talvez você saiba, ou não também.
Essas coisas de amor,
São um verdadeiro mistério.
Ninguém desvenda, ninguém diz o que é certo.

O tempo a passar,
Me trazem respostas que dizem teu nome.
Os ventos trazem tua lembrança.
Doce lembrança que me faz sonhar...

Distância não é o limite de um sentimento.
Daqui de longe, fico a te lembrar,
A te sentir, a te buscar.
Enfim, fico aqui a te amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Blog Personalizado - Blog Tweed - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thaís Oliveira.
Tecnologia do Blogger.