2 de ago de 2013

Vem (...)



Eu quero te entender,
Tentar te conhecer mais do que já sei...
Eu quero te libertar do que te aflinge,
Quero ser seu porto seguro...
Não tenha medo.
Caminhe em minha direção, aproxime-se.
Deposite em mim todo o seu sofrimento,
Sua tristeza, seus anseios.
O que te distancia de mim?
O que te distancia do mundo?
Vem.
Segure em minha mão, abrace-me.
Chore, desabafe...
Farei esse choro reverte-se em alegria,
Irei curar a tua ferida...
Tirarei de você todo o peso da tua dor, que te entristece.
Vem.
Te transformarei...
Eu tenho esse poder.
Pois tenho fé.
Tenho ternura...
E um sentimento incondicional por você: AMOR!



2 comentários:

  1. Este texto está maravilhoso. Me lembrou um post do oficina g3: o tempo se vai, e algo sempre eu guardarei, o amor de Deus que sempre guardarei, pois é a fé que o move(8) lindo!

    ResponderExcluir

© Blog Personalizado - Blog Tweed - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thaís Oliveira.
Tecnologia do Blogger.